1ª Corrida ‘Corra Por Elas’ doa R$ 35 mil para Rede Feminina de Brusque | Notícias | AMPE
1ª Corrida ‘Corra Por Elas’ doa R$ 35 mil para Rede Feminina de Brusque
​Evento promovido pela AmpeBr contou com a participação de 900 corredores e um público de mais de 1.500 pessoas

Pessoas das mais variadas idades, grupos de corrida, de amigos e familiares, de Brusque e de diversas cidades da região, tiveram um domingo diferente neste dia 29 de setembro, com a realização da 1ª Corrida ‘Corra por Elas’. O evento, promovido pela Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), em parceria com a Radus e Vitalab Diagnósticos, contou com 900 participantes inscritos nas modalidades da competição, que além de demonstrar a importância da prática esportiva, também deram um show de solidariedade. Isso porque a renda do evento foi revertida em prol da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Brusque, que recebeu o valor total de R$ 35.095,05.

“A Rede dependente de doações e de trabalho voluntário para mantermos o atendimento a tantas mulheres. Foi incrível ver a realização desse evento, que promoveu a saúde, bem como tantas pessoas envolvidas na causa, correndo e caminhando. Foi tudo muito organizado, e estamos muito felizes. Em nome da Rede, das voluntárias, das pacientes, agradecemos de coração. Brusque é uma cidade que sempre nos acolheu muito bem, e por isso nosso agradecimento a toda a sociedade e a todos que contribuíram”, declarou na oportunidade a presidente da RFCC de Brusque, Miriam Evangelista Ribeiro. 

Segundo ela, o valor doado será usado para a manutenção das despesas da Rede, que mensalmente chegam a R$ 20 mil, na realização de cerca de 3.700 atendimentos a mulheres por ano.

 

Trajeto especial

A corrida contou com outro momento de solidariedade, através da participação do projeto ‘Pernas Solidárias’, que há dois anos é realizado em Brusque e marca presença em diversas corridas da região. Na oportunidade, sete voluntários fizeram o percurso da corrida levando sete pessoas com deficiência ou problemas de locomoção em cadeiras de rodas, doando braços e pernas para garantir o sorriso de homens e mulheres. “A ideia do projeto é proporcionar às pessoas com pouca ou nenhuma mobilidade a possibilidade de participar das corridas de rua, o que até pouco tempo era algo inimaginável. É uma forma de corredores ‘emprestarem suas pernas’ para esses cadeirantes, proporcionando a eles momentos inesquecíveis, com uma alegria imensa, que nos contagia e nos emociona. Sem dúvida é a nossa maior recompensa”, comenta o coordenador do projeto, Teodoro Pereira.

Entre os corredores estava Gabrieli Bertolini, 17 anos, que nasceu com má formação, e desde 2017 participa do Pernas Solidárias. “Esse projeto foi a melhor coisa da vida dela. Ela renasceu depois que começou a participar, e a alegria dela, não tem preço”, comenta a mãe, Luciana Bertolini, que também tem o marido, Alaércio, cadeirante, e que participa o projeto. 

Para o técnico mecânico João Ricardo da Costa Neto, de Barra Velha, ser as pernas de Gabrieli é um grande presente. “É gratificante oportunizar essa vivência. É uma alegria enorme, mais para nós que conduzimos até do que para eles. Temos ela como filha, com muito carinho e agradecemos pela oportunidade”, detalha ela, ao lado da esposa, Jaqueline Francisco da Costa, sua parceria na condução.

 

Largada

Às 8h foi dada a largada do Corra por Elas, em frente ao Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof, para o percurso de 5km e 10km, no trajeto da Beira Rio, sentindo Unifebe.

O primeiro a cruzar a linha de chegada, com 15min55s, foi Rafael Oliveira. Colaborador de uma estamparia, há três anos ele participa de corridas de rua, e garantiu mais um primeiro lugar em sua trajetória como corredor. “Agradeço a Deus por mais essa oportunidade e todos que colaboraram para esse evento especial, em prol de uma boa causa. A corrida foi muito bem organizada e consegui fazer o tempo em menos de 16min. Estou muito feliz e espero poder participar em mais edições”, comentou.

Da mesma forma, Jaqueline Antoszcysyn, que corre há três anos, conquistou o primeiro lugar no feminino de 5km, com 21min46s. “Foi gratificante. Sou muito grata por essa conquista e por poder participar dessa prova tão especial”, falou.

Já nos 10km, o primeiro lugar masculino ficou com Márcio Pasqualini Munch. Morador de Guabiruba, o operador de máquina corre desde 2001 e desta vez contabilizou mais uma conquista de pódio, com 34min40s. “É uma felicidade muito grande, participar, ganhar e ajudar a Rede. Sempre gostei de correr em Brusque e foi muito bom poder vencer. Treinei muito para isso e estou muito feliz”, completou o corredor, que está em busca de patrocínio.

Os 10km feminino ficaram por conta da empresária Elisete Geanesini Félix, que realizou o percurso em 44min e esbanjava grande alegria pela conquista da prova. “É muito emocionante vencer e dedico esse troféu à Rede Feminina, a todas as mulheres que lutam pelo câncer, já que essa foi uma prova ‘por elas’, por uma justa causa”, frisou.

 

Vencedores da vida

Muitas pessoas também participaram da Caminhada, que teve o percurso de 3km, com saída às 8h10 do mesmo local. Outra novidade do evento foi a Corrida Kids, para crianças de 4 a 15 anos, que divididas em categorias de idade percorreram 50m, 100m e 150m, demonstrando que desde pequeno é possível incentivar a prática esportiva.  Anna Helena Tachini, de 6 anos, esteve entre elas, e era só sorrisos ao completar a prova. Acompanhada da mãe, Fernanda A. de Souza Tachini, que percorreu 10km da prova, a presença de ambas foi um grande incentivo, já que Fernanda teve câncer de mama em 2012 quando estava grávida de Anna, realizou o tratamento, após o terceiro mês de gestação, e neste domingo celebrou a vida, através da corrida. “A maior vitória é estar aqui, viva, independente do tempo que levamos para cruzar a linha de chegada. Para quem nunca correu, que comece; para quem está correndo, que continue e não desista, como na vida. Que a gente continue tendo forças, com esperança e fé em nosso coração. Estamos aqui para provar que é possível vencer, e ela (Anna) é meu maior troféu”, ressaltou Fernanda.

Ao final das provas, foi iniciada a premiação. Além dos cinco primeiros vencedores na categoria geral Feminino e Masculino, de 5km e 10km, também foram entregues troféus para os três primeiros colocados por idade, de 16 a 60 anos ou mais, em ambas as categorias de km, tanto no Feminino quanto no Masculino.

As empresas que levaram o maior número de participantes, e as assessorias de corridas, também foram premiadas.  

 

Sucesso de realização

Para o presidente da AmpeBr, organizar a prova foi uma novidade para a entidade, que havia pensando em uma ação social em seu planejamento estratégico e que foi realizada com resultados muito positivos. “Foi uma manhã de domingo fantástica e ficamos surpresos com o apoio das empresas patrocinadoras que abraçaram a ideia, e tantas pessoas que se inscreveram e que contribuíram para podemos reverter esse valor para a Rede Feminina. Ficamos emocionados pelo evento em si, com mais de mil pessoas envolvidas. Sem dúvida foi um evento para ficar na memória e no calendário da AmpeBr. Foi uma experiência maravilhosa para nós, que organizamos eventos como a Pronegócio, e agora vamos avaliar a possibilidade de realização da segunda edição do evento”, avaliou.

A diretora da AmpeBr, Aparecida Leite, que participou da organização do evento, também falou sobre os resultados positivos da corrida. “Foi uma emoção muito grande, um dia incrível. Desde o início do planejamento o evento foi ganhando adeptos, as pessoas foram se envolvendo com a causa e tivemos a oportunidade de doar à Rede um valor significativo. Agradecemos a todos, aos corredores, as empresas, os apoiadores, patrocinadores, enfim, todos que auxiliaram este evento acontecer, pois o valor doado foi uma contribuição de todos. Além do que proporcionamos um momento de saúde e incentivo à pratica de atividade física. Estamos muito felizes com o resultado”, declarou ela, que também é corredora, e teve a oportunidade de participar do projeto Pernas Solidárias, pela primeira vez.

Irajá Trindade, outro diretor da AmpeBr envolvido com a organização do evento ressaltou o grande feito do evento, através do olhar social. “O grande objetivo era gerar saúde na população e a renda para a Rede Feminina. Passamos dois meses trabalhando com esse projeto, que foi macro, envolveu toda a sociedade, nesta linda ação social. Agradecemos a todos envolvidos, que doaram seu tempo para realizarmos esse evento e deixarmos o nosso muito obrigado, de coração”, completou.

 

Saiba mais

A 1ª Corrida Por Elas também teve o apoio do Sicredi, Rakia, Adina, Júlio Imóveis, HJ Tinturaria, MN Tecidos, Ótica Diniz, Havan, Florisa, Multitêxtil, Pemgir Malhas, Staack Tinturaria, Stop Shop, Fiat Treviso, Hodecker Tingimentos, London, Hospital Azambuja, Unimed, Renaux View, Intelidata, RVB Malhas, H Leve, Connex Energy Drink, Consulmed, Vista Cor Estamparia, Nova Impressão, Bruscópias, Belli Seguros, Som Cardeal, MaisQ Marketing, Calçados Gevaerd, Hollatz Personalizados Exclusivos, Thomzen Bureau Créative, Elite Etiquetas, Lua Luá, CRW Fitness, Decker Tinturaria, Alvo Digital,  Beto Pães e Doces, Comphany Studio, Nunna Lumière, e Prefeitura Municipal de Brusque.

 

Confira os vencedores da colocação geral:

-Geral Feminino - 5km

Jaqueline Antoszcysyn

Graziela Tomasi Bertolini

Maiara Haag Santiago

Miria Cristina da Silva

Idalina Maria Fischer

 

-Geral Masculino - 5km

Rafael Oliveira

Valdinei Brito Favacho

Tiago Da Conceição

Hallan Rhuan Dalagnoli

Nicholas Crispim Silva

 

-Geral Feminino - 10km

Elisete Geanesini Félix

Karin Vailati

Silvia Litvinczuk

Gleisiane Sousa Moreira

Angélica Bonomini

 

-Geral Masculino - 10km

Marcio Pasqualini Munch

Vanderlei Pereira

Linik Santos Matos

Mirivaldo do N. Souza

Vinicius Becker

 

 

Galeria de fotos