Núcleo Têxtil promove palestra sobre Licenciamento de Marcas | Notícias | AMPE
Núcleo Têxtil promove palestra sobre Licenciamento de Marcas
Evento reuniu associados na noite de terça-feira, 27 de novembro, na sede da AmpeBr

O Núcleo Têxtil da AmpeBr – Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região, promoveu na noite de terça-feira, 27 de novembro, a última palestra do Ciclo de Capacitação deste ano, que abordou o tema 'Como aumentar o faturamento através do Licenciamento de Marcas, Personagens e Produtos'.

O palestrante Rafael Pedreira, da empresa Licencie compartilhou informações com os participantes e explicou como funciona o mercado de licenciamento de marcas, que movimenta hoje, R$ 18 milhões por ano no Brasil, e engloba 800 marcas (80% estrangeiras) e 600 licenciados. “É um mercado promissor que possui um número baixo de fornecedores, diante da quantidade de indústrias de bem de consumo existentes no país. E o papel do fabricante é muito importante nesse processo, porque é a principal engrenagem para fazer essa roda girar”, observou o especialista.

Rafael destacou que o licenciamento de marcas é um negócio auto-sustentável e tangível. Prevê o pagamento de royalties, mas garante um valor mínino de retorno. “Possibilita desenvolver novos produtos, representa uma nova fonte de recursos e pode ocupar a capacidade ociosa da empresa. É possível iniciar com marcas menores e aproveitar a equipe que a empresa já tem. E o que é preciso ser feito, independente da escolha do canal de vendas, é treinar a equipe a vender valor, criar indicadores claros, definir responsável, treinar o PDV e definir mix de produtos”, completou o palestrante.

O convidado declarou ainda que qualquer empresa, que possui um faturamento de R$ 500 mil por ano, consegue trabalhar com licenciamento de marcas. “Para quem pensa que é algo difícil de conseguir, quero deixar claro que as marcas são acessíveis e quem tem interesse, deve inicialmente fazer um diagnóstico de viabilidade para começar a prospectar marcas, e negociar para firmar parcerias”, detalhou Rafael, complementando que a empresa Licencie faz essa intermediação e que estará promovendo no primeiro semestre de 2019, um workshop sobre o assunto para fabricantes e indústrias.

Para o coordenador do Núcleo Têxtil, Rui Bernardi, a palestra sobre licenciamento de marcas atingiu o objetivo de apresentar um novo modelo de negócio que pode representar uma oportunidade diferenciada para nossos empresários locais. “Essa palestra encerrou nosso Ciclo de Capacitação, e em dezembro, teremos mais um encontro para traçar o planejamento estratégico para 2019. Ano que vem daremos sequência ao projeto de compras coletivas, ao Ciclo de Capacitação, visitas técnicas, entre outras ações que estamos amadurecendo”, declarou Rui.